O governador Eduardo Riedel (PSDB) discursou na abertura do ano legislativo na (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul) nesta segunda-feira (5), afirmando pacto de governança com os deputados estaduais sem ideologias.

Riedel iniciou o discurso prestando contas do primeiro ano frente ao Executivo, apontando para mudanças como a Lei do Pantanal, em vigor graças à parceria com a Casa, além de melhorias na administração, como isenção total de 24 mil micro e pequenas empresas e em colocar o Mato Grosso do Sul como 5º estado em solidez fiscal.

Além disso, a abertura de 10,1 novas empresas, ingresso de 17 bilhões de reais em novos empreendimentos e mais de 33 mil novos empregos, que levaram o Estado à 4ª menor desocupação do país.

Parceria

Riedel destacou esperar compartilhamento de responsabilidades com os deputados, sem depender de “cores partidárias, desta ou aquela preferência política, ou mesmo de questões de posicionamento ideológico. E sim de uma relação respeitosa, desprendida e produtiva, para buscar o maior apoio possível às causas do nosso estado”.

“Em alguns campos onde ainda existe muita polêmica, como o social e as políticas públicas de apoio e proteção aos povos originários, precisamos olhar para frente, em busca de soluções práticas, factíveis, ao atendimento de demandas históricas nessas áreas”, afirmou.

Estiveram na solenidade com o governador o secretário de Governo, Rodrigo Perez, o secretário de Fazenda, Flávio César, o secretário da , , e Ana Carolina Nardes, secretária de Administração, que deve deixar o governo conforme já anunciado.

(Fotos: Nathália Alcântara, Midiamax)