A superintendente da Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste), Rose Modesto, disse que só falta o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) analisar os últimos detalhes técnicos para iniciar o projeto de reforma da de .

Rose se reuniu com o deputado federal (PT) e com a presidente da Afecetur (Associação da Feira Central e Turística de ), Alvira Appel. A superintendente explica que o montante de R$ 40 milhões está reservado e que nas próximas semanas já haverá um aval para o projeto ter andamento.

“Tivemos uma reunião e agora estamos em uma discussão com o Iphan nacional para os últimos detalhes técnicos. A gente espera que nos próximos dias já tenha as últimas licenças do projeto. São R$ 40 milhões e o já está reservado. Conversamos com ministro do turismo Celso Sabino. Agora só estamos esperando o Iphan nacional analisar os últimos detalhes. Acredito que nas próximas semanas já teremos um aval para darmos sequência no projeto. Nos reunimos também com a presidente da feira e estamos otimistas que vai dar tudo certo”.

O investimento total é de R$ 40 milhões na estrutura de 11.500 metros de área construída que será distribuída em dois andares. O térreo, com 5,5 mil m² de área construída, será reservado para as 58 bancas de hortigranjeiros e o espaço de venda dos demais produtos.

No segundo pavimento, com 6 mil metros quadrados, haverá um espaço multiuso de 700 m² destinado a eventos como apresentações musicais e artísticas. O lugar terá arquibancada retrátil e uma praça na entrada em referência ao e anfiteatro ao ar livre.

No pavimento superior também haverá um setor de alimentação, com 2,8 mil m² divididos em 30 restaurantes centrais, com capacidade para 920 lugares. Haverá uma praça de alimentação dividida em 10 setores. Todo o complexo terá estacionamento para 500 veículos.