Mesmo sem as realizações das convenções, a disputa eleitoral começa a ganhar corpo na maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul. Até o momento, em Dourados já existem oito pré-candidaturas definidas para a disputa das eleições de outubro.

O primeiro a lançar o nome na corrida eleitoral foi o ex-deputado Marçal Filho (PSDB). O anúncio foi feito com a presença do ex-governador Reinaldo Azambuja e também do atual governador Eduardo Riedel.

Na sequência, o Partido Novo também anunciou o nome do empresário e farmacêutico Racib Harb, que foi o terceiro colocado nas eleições de 2020. A pré-candidatura de Racib passou por um processo seletivo interno da legenda.

Em seguida, o prefeito Alan Guedes (PP) reuniu lideranças e apoiadores, entre eles, alguns funcionários públicos, para confirmar sua pré-candidatura à reeleição. O ato também contou com a entrada de novos vereadores na legenda.

Após debates e disputas internas, o PT (Partido dos Trabalhadores) por meio de prévias escolheu o professor da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), Thiago Botelho para representar a legenda. Ele derrotou o vereador Elias Ishy (PT) nas prévias.

Apostando na força política do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e também no apoio do próprio marido, o deputado federal Rodolfo Nogueira, Gianni Nogueira anunciou sua pré-candidatura pelo PL (Partido Liberal).

Em meio às discussões sobre a sucessão municipal, o vice-governador José Carlos Barbosa, o ‘Barbosinha’, recém-filiado no PSD, também surge com alternativa. Nas eleições passadas, ele foi derrotado pelo atual prefeito Alan Guedes (PP)

Por outro lado, a ex-vereadora por quatro mandatos e ex-deputada estadual Bela Barros (PDT) também aparece como pré-candidata. Caso seu nome seja confirmado, a cidade terá duas candidatas mulheres.

Filho do ex-prefeito Humberto Teixeira e sobrinho do deputado estadual Zé Teixeira (PSDB) e um dos articuladores da candidatura de Marçal Filho, o ex-vereador Humberto Teixeira Junior também colocou seu nome à disposição do PRD (Partido da Renovação Democrática).

Por fim, Beto Teles é pré-candidato a prefeito pela federação Psol/Rede Sustentabilidade. Beto é árbitro de futebol, professor e estudante de mestrado em educação.

*Matéria editada às 15h23 para acréscimo de informação