Na sessão da próxima terça-feira (23), os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande irão debater a identificação de lares atípicos com pessoas com de hipersensibilidade auditiva na Capital. A votação será em discussão única. A proposta foi apresentada pelos vereadores Carlos Augusto Borges (Carlão) e Prof. André Luis.

Além do texto, outros três projetos e dois vetos serão analisados pelos parlamentares ao longo da sessão. Um deles é o Veto Total ao Projeto de Lei Complementar n. 917/24, que altera o Artigo 2º da Lei n. 2.786, de 27 de dezembro de 1990. A proposta é de autoria dos vereadores Claudinho Serra, Betinho, Professor André Luis, Dr. Victor Rocha, Ronilço Guerreiro, Clodoilson Pires e Edu Miranda.

Em seguida, em segunda discussão e votação, será votado o Projeto de Lei n. 11.162/23, de autoria dos vereadores Papy e Carlos Augusto Borges, o Carlão, que institui no calendário oficial de eventos do município de Campo Grande–MS, a “Feira Científica” e dá outras providências.

Ainda em plenário, será debatido em primeira discussão e votação, o Projeto de Lei n. 11.196/23, de autoria do vereador Dr. Victor Rocha, que dispõe sobre a permissão para a entrada com água potável para consumo próprio em shows, festivais, exposições e eventos similares no âmbito do município de Campo Grande–MS.

Ainda, o Projeto de Lei n. 11.199/23, de autoria do vereador Papy, cria a carteira funcional digital e física dos conselheiros tutelares e dá outras providências.

E por fim, o Projeto de Lei n. 11.238/24, de autoria do vereador Professor Juari, que dispõe sobre a instituição da campanha permanente nas escolas públicas e particulares do ensino fundamental e médio do município de Campo Grande, de valorização e respeito ao trabalho do professor.