Pelo menos três pastas da prefeitura seguem sem chefia. Duas semanas após dois secretários e um subsecretário serem exonerados, o município ainda não nomeou novos nomes nos cargos. Adelaido Vila, Maicon Nogueira e o subsecretário Chiquinho Teles foram exonerados no dia 5 de abril. O trio tenta concorrer a uma vaga na Câmara da Capital nas eleições de 2024.

Com as eleições, no total, a prefeitura de Campo Grande teve mudanças em cinco pastas. A última, trouxe modificações na Sidagro (Secretaria Municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio), Sejuv (Secretaria Municipal da Juventude) e Suasc (Subsecretária de Articulação Social e Assuntos Comunitários).

Adelaido Vila, da Sidagro, Maicon Nogueira, da Sejuv, e o subsecretário Chiquinho Teles, da Suasc, foram os exonerados. A Prefeitura ainda não publicou os substitutos das pastas até a manhã desta quinta-feira (18).

Adelaido confirma concorrer pelo Avante. Maicon e Chiquinho disputam uma vaga na Casa de Leis pelo mesmo partido da prefeita de Campo Grande, o PP.

De acordo com Ulisses Rocha, secretário-adjunto de governo de Campo Grande, os adjuntos das pastas estão atuando nas secretarias. “Os adjuntos estão respondendo. As secretarias estão funcionando normalmente, mas o titulares serão anunciados nesses próximos dias”, disse.

Mudanças

O primeiro a ser exonerado foi Sandro Benites. Ele estava à frente da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), mas até então o também vereador licenciado deixou a pasta e retornou para a Casa de Leis com a intenção de concorrer às eleições no último mês de fevereiro.

Outro secretário e vereador licenciado que deixou o cargo de chefia na prefeitura foi o João Rocha. Ele estava à frente da secretaria de governo da prefeitura, mas foi exonerado para voltar para a Câmara no começo deste mês de março.