A Câmara Municipal de oficializou a criação da Comissão Permanente das Causas Indígenas. O colegiado é composto pelos vereadores Coronel Villasanti (presidente) do (União Brasil), Prof. André Luís (vice) do (Rede), (PT), Zé da (Podemos) e (PSDB).

O grupo foi criado, inicialmente, como uma Comissão Provisória. Agora, segundo o presidente, é possível desenvolver uma política municipal consistente que atenda as comunidades indígenas, fortalecendo o segmento.

“A partir de agora, como Comissão Permanente a discussão será mais consistente. Mas, acima de tudo, a Comissão está dando à população indígena voz nesta discussão, com pautas importantes, como a saúde, habitação, a inclusão, o combate ao preconceito, sobretudo ouvindo as lideranças, seja no âmbito estadual e municipal”, disse.

“Acredito que os cerca de 20 mil indígenas da Capital ganham na Câmara agora um canal definitivo e importante de reivindicação das suas demandas. E esta Comissão será um instrumento para que ocorram mudanças positivas para toda comunidade”, finalizou.

As reuniões da Comissão Permanente das Causas Indígenas são mensais e o próximo encontro foi agendado para o dia 15 de março, sexta-feira, às 14h, no Plenário Edroim Reverdito.