Presidente da Câmara de Campo Grande, o vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), informou que quer pautar ainda neste ano, antes do recesso, votação do projeto para os parquímetros, o estacionamento rotativo do Centro, e a lei do silêncio, além da Lei Orçamentária Anual.

Tudo depende, no entanto, dos projetos serem encaminhados pelo Executivo em tempo hábil. A primeira previsão era aprovar a Lei antes do feriado de Finados. O Executivo estima R$ 6,4 bilhões em recursos para a Capital no próximo ano.

LOA 2024

O Executivo estima R$ 6,4 bilhões em recursos para a Capital em 2024. Entregue na Câmara em 31 de agosto, a LOA de 2024 prevê R$ 6.426.565.761,00 para o Orçamento. O número representa aumento de 18,6% em relação aos R$ 5.418.631.265,00 previstos para este ano.

Em setembro, a Câmara realizou audiência pública para discutir a proposta. Entre os problemas mais apontados pelos participantes da audiência está a falta de asfalto nos bairros. Conforme o relator do Orçamento, a Capital tem mais de mil quilômetros sem asfalto e essa extensa área tem provocado um prejuízo à população.