Coordenador da bancada federal de Mato Grosso do Sul, o deputado federal Vander Loubet (PT), viaja nesta terça-feira (11), para a China. Ele deve representar o Estado e adianta que será uma viagem estratégica para país.

“Estou entusiasmado para essa viagem que é estratégica para o país, principalmente, para a gente fazer intercâmbio daquilo que a gente produz aqui e poder trazer da China o que ela produz”, disse o deputado em suas redes sociais.

Principal destino das exportações de Mato Grosso do Sul, o parlamentar, que também será o único representante do Centro-Oeste na viagem, disse que o país poderá investir na Rota Bioceânica.

O petista já havia explicado que, como um dos vice-presidentes da Frente Parlamentar Brasil-China, quer trabalhar pelo fortalecimento das relações diplomáticas e comerciais entre os dois países. “Essa parceria é estratégica, principalmente para nós, do Mato Grosso do Sul. A China é o principal destino das exportações do nosso estado, então esse fortalecimento nos interessa muito”, disse.

Além disso, Vander relatou que desde a posse do presidente tem realizado agendas junto às autoridades chinesas para resolver demanda reprimida que ficou devido à gestão anterior.

“Temos uma grande de plantas frigoríficas no Brasil que aguardam sinal verde dos chineses para exportar para lá. Esse nosso esforço inicial já garantiu que dezenas de empresas fossem habilitadas, inclusive um de frangos do nosso estado”, afirmou.

Viagem para China

O Palácio do Planalto recebeu a confirmação da chancelaria chinesa e começa a planejar a viagem de Lula à China entre os dias 11 e 15 de abril.

Depois de manifestar interesse nas datas, o governo brasileiro aguardava a agenda do presidente chinês, Xi Jinping, para poder sacramentar a ida, adiada por conta de um quadro de pneumonia de Lula. O encontro com o presidente chinês deve ser no dia 14, em Pequim.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República confirmou que a comitiva deixa o Brasil no dia 11 de abril.