O deputado federal Vander Loubet (PT) anunciou nesta sexta-feira (17) que se mobilizou para buscar apoio das Forças Armadas para combater os mais de 1,6 mil focos de incêndio que destroem o Pantanal.

“É uma tragédia que afeta a flora e a fauna, mas também os povos pantaneiros; as equipes estão trabalhando para conter, mas infelizmente o fogo segue se alastrando. Ontem tive uma conversa com o Coronel Rabelo, do Instituto Homem Pantaneiro, que está acompanhando as situações e me passou as principais demandas”, disse.

O congressista relatou através de vídeo divulgado nas redes sociais que o Ministério do Meio Ambiente, Ministério da Defesa e a Presidência da República já foram acionados.

“Vamos buscar apoio logístico das Forças Armadas, com helicópteros ou aeronaves para que possam auxiliar os bombeiros e brigadistas até as áreas de difícil acesso”, afirmou.

Pantanal em chamas

Nesta quinta-feira (16), alguns municípios do Pantanal registraram 1.688 focos de incêndios, segundo o Boletim Risco de Incêndio da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

Todos os focos estão localizados em municípios que fazem parte do Pantanal: Corumbá, MirandaAquidauana, Coxim e Porto Murtinho.

O município que lidera o ranking é Corumbá com 989 focos. O segundo município com mais focos foi Miranda, com 570 e o terceiro é Aquidauana, com 192.

modelo computacional desenvolvido pela Universidade ainda alertou que existem 234 km² em risco de espalhamento de incêndio no município de Porto Murtinho.

Pantanal
Fogo que atingiu a região pantaneira (Divulgação)