Localizado no bairro Universitário em Campo Grande, o projeto Som e Vida, que promove de aulas gratuitas de ballet a aulas de música para os moradores, pode ser declarado de utilidade pública em Mato Grosso do Sul. A proposta é de autoria da deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) e o Midiamax já contou histórias de crianças e adolescentes beneficiados pela ONG da Capital.

O texto destaca que o projeto existe desde 2010 e tem prestado relevantes serviços para a comunidade, com atendimento a crianças com idade entre 5 e 17 anos que estão em situação de vulnerabilidade.

Na sede da instituição é oferecido acesso a aulas de ballet, musicalização infantil, música, com todos os tipos de instrumento/orquestra, além de serem ministradas palestras direcionadas à saúde, combate ao uso de drogas, oficinas de artesanato, dentre outros projetos que envolvem a comunidade e atendam às famílias em estado de miserabilidade.

“Sabe-se que instituições filantrópicas, além de proverem um melhor ambiente local, são importantes ferramentas para combate à criminalidade eis que aproximam crianças, adolescentes, jovens e adultos, oferecendo-lhes atividades educacionais capazes de afastá-los de atividades ilícitas”, pontua a parlamentar.

O projeto tramita na Assembleia Legislativa e ainda será analisado pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação).