A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, lamentou a morte do deputado estadual, , em uma postagem no Twitter:

“Uma grande perda a morte de Amarildo Cruz companheiro de longa data do PT do Mato Grosso do Sul. Como deputado estadual militou na defesa do meio ambiente, igualdade racial, moradia popular e pela saúde pública. Meus sentimentos aos familiares a amigos. Amarildo, siga em paz”.

O corpo do deputado estadual Amarildo Cruz (PT) está sendo velado na ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), em durante a noite desta sexta-feira (17). O velório ocorrerá até às 6h, e o corpo de Amarildo será levado para Presidente Epitácio (SP), cidade natal do parlamentar. De acordo com a ALMS, aproximadamente 1,5 mil pessoas estiveram presentes no velório durante a noite desta sexta.

Familiares, amigos, partidários e demais agentes públicos estiveram presente. Amarildo Cruz morreu aos 60 anos. O deputado estadual deu entrada na madrugada de terça-feira (14) no Hospital Proncor, em Campo Grande, após apresentar quadro viral.

No final de terça, Amarildo sofreu uma parada cardiorrespiratória, precisou ser reanimado, foi intubado e passou por diálise, com quadro que evoluiu para uma miocardite. Amarildo faleceu ao sofrer uma nova parada cardíaca nesta sexta-feira (17).