Duas audiências públicas serão realizadas na próxima segunda-feira (3), na Municipal de Campo Grande. Os dois encontros devem debater temas sobre motorista de aplicativo e insegurança nas escolas da Capital.

A partir das 9h da manhã, a primeira audiência será sobre o tema “Celetista ou autônomo: MS discute vínculo entre motoristas e aplicativos de transportes”. O debate acontece a partir das 9h no Plenário Oliva Enciso, na sede da Casa de Leis.

A audiência foi convocada pela Comissão Permanente de Mobilidade Urbana, composta pelos vereadores Prof. André Luís (presidente), Ribeiro (vice), Tabosa, William Maksoud e Paulo Lands.

“Sabemos que, no Brasil, as empresas de aplicativos exploraram os trabalhadores que não têm direitos trabalhistas, de saúde e de previdência garantidos. O presidente Lula debateu essa situação nas eleições e quer regulamentar essa relação de trabalho, garantindo dignidade aos trabalhadores e trabalhadoras de aplicativos”, afirmou a vereadora Luiza Ribeiro, proponente da audiência.

Já na tarde do dia 3 de abril, a Câmara vai promover uma audiência pública sobre insegurança nas escolas da Capital. O encontro está marcado para acontecer a partir das 14h no plenário da Casa de Leis.

Segundo o presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, o professor Juari (PSDB), a intenção é levar segurança e conscientização aos alunos e seus familiares.

“O Poder Público precisa se interessar pelo assunto. Existe um abalo muito grande nas famílias, como o desemprego, problemas familiares e agressões. Uma que vive no meio da violência vai replicar a vivência nas escolas. A gente precisa fazer uma conscientização e despertar o poder público para cuidar das escolas”.