A ministra da Mulher, Cida Gonçalves, irá tomar café com o governador de Mato Grosso do Sul, (PSDB), e se reunir com a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (Patriota), nesta sexta-feira (29).

Cida deve discutir assuntos relacionados a proteção e violência contra mulheres no Estado e Capital.

Como adiantado pelo Jornal Midiamax, a ministra cumpre agenda de dois dias na Capital. Conforme apurado pela reportagem, ela deve desembarcar na noite desta quarta-feira (29), em Campo Grande.

Na quinta-feira (30), a ministra participa de almoço na Setescc (Secretaria de Estado de Turismo, Esporte, Cultura e Cidadania).

Logo depois, Cida Gonçalves participa da sobre Violência contra a Mulher e Feminicídio no Mato Grosso do Sul, na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul).

A agenda da ministra continua na sexta-feira (31), com café da manhã de boas-vindas com Eduardo Riedel. Ainda na parte da manhã ela se reúne com prefeitas para o Encontro Estadual de Gestoras “Somos e Somamos”.

Na parte da tarde, Cida acompanha a inauguração da sala do Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), na Casa da Mulher Brasileira. E realiza técnica no Centro Especializado de Atendimento à Mulher.

Por fim, a ministra se encontra com a Adriane Lopes.

Ministra Cida Gonçalves

Aparecida Gonçalves é natural de Clementina (SP), mas afirmou ser sul-mato-grossense de coração por ter vivido no Estado entre 1988 e 2000. Foi nesta época em que se candidatou ao cargo de vereadora pelo PT (Partido dos Trabalhadores).

Militante e ativista do movimento de mulheres e movimento feminista, é especialista em gênero e violência contra a mulher.

Atuou como assessora técnica e política da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para a Mulher. Além de ser assessora da Coordenadoria de Atendimento a Mulher da Secretaria de Estado de Assistência Social, Cidadania e Trabalho. Os cargos foram na gestão do então governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT.

Entre 2003 e 2012, atuou como secretária nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República.

Saiba Mais