Percorrendo o país para lançar obras do Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve vir ainda neste semestre para Mato Grosso do Sul lançar as obras. A informação é do coordenador da bancada federal do Estado, deputado federal Vander Loubet (PT).

“Estamos fazendo esforço apara que o Lula venha ainda neste ano. O presidente está querendo ir a todos os estados brasileiros lançar o Novo PAC e deve fazer o mesmo aqui nesse semestre”, anunciou.

Ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet (MDB) confirmou a agenda. “O presidente vai passar por uma cirurgia, mas está se organizando para vir sim”, disse.

R$ 44,7 bilhões em investimentos

Conforme o Governo Federal, o programa incluiu novos eixos de atuação, como a inclusão digital e conectividade, para levar internet de alta velocidade para escolas públicas e unidades de saúde.

  • Ainda deve expandir o 5G e levar rede 4G a rodovias e regiões remotas. O investimento no Mato Grosso do Sul é de R$ 2,8 bilhões.
  • Já para a Saúde, serão construídas novas unidades básicas de saúde, policlínicas, maternidades e compra de mais ambulâncias para melhorar o acesso a tratamento especializado. Para MS, o investimento previsto é de R$ 500 milhões.
  • construção de creches, escolas de tempo integral e a modernização e expansão de Institutos e Universidades Federais são prioridades na Educação, Ciência e Tecnologia. O programa vai impulsionar a permanência dos estudantes nas escolas, a alfabetização na idade certa e a produção científica no Brasil. Para Mato Grosso do Sul, fica previsto investimento de R$ 4,5 bilhões.
  • Também para o eixo infraestrutura social e inclusiva, onde estão as ações de educação, devem ser garantidos acesso da população a espaços de cultura, esporte e lazer, apostando no convívio social e na redução da violência. O investimento no Mato Grosso do Sul é de R$ 300 milhões.
  • Já no eixo cidades sustentáveis e resilientes, para adaptação das cidades às mudanças climáticas com melhor qualidade de vida para a população, serão construídas novas moradias do Minha Casa Minha Vida.
  • O Novo PAC investirá também na modernização da mobilidade urbana de forma sustentável, em urbanização de favelas, esgotamento sanitário, gestão de resíduos sólidos e contenção de encostas e combate a enchentes. O investimento no Mato Grosso do Sul é de R$ 1,8 bilhão.
  • Investimentos no eixo água para todos em MS serão de R$ 200 milhões. Os investimentos em recursos hídricos fortalecem as comunidades frente aos desafios hídricos e climáticos. O Novo PAC investe na revitalização das bacias hidrográficas, em ações integradas de preservação, conservação e recuperação, segundo o governo federal.
  • Nos transportes, com investimentos em rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrovias, o investimento é de R$ 15,4 bilhões em MS.
  • Para transição e segurança energética, 80% do acréscimo da capacidade de energia elétrica virá de fontes renováveis. Por meio do programa Luz para Todos, o Novo PAC deve universalizar o atendimento no Nordeste e antecipar a universalização de comunidades isoladas na Amazônia Legal. Os investimentos no pré-sal vão expandir a capacidade de produção de derivados e de combustíveis de baixo carbono no Brasil. O eixo transição e segurança energética garante a diversidade garante investimento no Mato Grosso do Sul de R$ 15,7 bilhões.
  • Já os investimentos no eixo inovação para indústria da defesa, para equipar o país com tecnologias de ponta e aumento da capacidade de defesa nacional, terão investimento no Mato Grosso do Sul de R$ 3,5 bilhões.