Os vereadores de Campo Grande apresentaram 898 emendas à LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2024, que começa a ser analisada nesta terça-feira (28) na Câmara. Do total, 624 foram consideradas aptas, segundo o vereador Papy (Solidariedade), relator da proposta. As propostas dos vereadores vão de quadras públicas de beach tennis a asfalto nos bairros para usar os R$ 6,4 bilhões em recursos estimados para a Capital no próximo ano.

Cada vereador teve R$ 440 mil de emendas para destinar aos bairros de Campo Grande. Do total, 50% devem ser enviados para a área da Saúde.

“A gente recebeu muitas emendas. Então, a gente vai levar ao relatório 624 delas. Temos um trabalho de filtrar as emendas de acordo com o PPA (Plano Plurianual), de acordo com as regras orçamentárias, de acordo com a técnica legislativa. Então, vamos considerando aptas e inaptas”, explicou.

Papy relata que há desde pedidos de reforma de UPAs (Unidades de Pronto Atendimento), a asfaltamento de bairros e academias ao ar livre. “Tem pedido de questão da cultura, orçamento da cultura. Tem emenda para o serviço público, peculiaridade dos guardas. A infraestrutura vai ser maior parte. Vai ser maior que saúde, com certeza”, pontuou.

LOA 2024

Entregue na Câmara em 31 de agosto, a LOA de 2024 prevê R$ 6.426.565.761,00 para o Orçamento de 2024. O número representa aumento de 18,6% em relação aos R$ 5.418.631.265,00 previstos para este ano.

A Comissão Permanente de Finanças, Orçamento e Fiscalização da Casa analisa o texto, com vereador Betinho (Republicanos), que é o presidente do grupo, que tem Papy (Solidariedade) como vice e Luiza Ribeiro (PT), Ronilço Guerreiro (Podemos) e Ademir Santana (PSDB) como integrantes.

Seu bairro foi priorizado na LOA? Confira o total de emendas apresentadas: