O deputado estadual Pedro Kemp (PT) usou a tribuna nesta quarta-feira (2) para falar do projeto de Escola de Tempo Integral, sancionado por Lula na segunda-feira (31) e afirmou que a proposta melhora a qualidade de ensino para todos.

“Faço questão de registrar na tribuna. Esta é uma decisão importante de investir na ampliação do tempo que os alunos ficam na escola com um programa adequado para que se possa melhorar a qualidade do ensino. Esse programa prevê recursos para ampliar até 2026 as vagas. Sabemos que escolas de tempo integral fazem diferença na vida do aluno. Permanecer mais tempo na escola, mas com um programa que possa disponibilizar conteúdos e outras atividades de formação geral”, disse.

Escola Integral

O programa foi anunciado pelo presidente e pelo ministro Camilo Santana em maio. A ideia é ampliar o número de vagas de tempo integral em escolas públicas de educação básica. O texto aprovado pelos deputados permite ampliar em 1 milhão o número de vagas de tempo integral.

O plano é alcançar, até 2026, um total de 3,2 milhões de matrículas. O programa será financiado pelo governo federal, por meio do MEC (Ministério da Educação). Durante o lançamento, o governo falou que investirá R$ 4 bilhões para a modalidade.

O governo considerará matrículas em tempo integral aquelas em que o estudante permaneça na escola em atividades por ao menos 7 horas diárias ou em 2 turnos de 35 horas, sem sobreposição entre eles. Só as matrículas criadas ou convertidas em tempo integral a partir de 1º de janeiro de 2023 poderão ser contadas para fins de participação no programa.