Deputados estaduais da (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) realizam nesta sexta-feira (3) uma para discutir a “Criação do Centro de Atendimento Integrado para Crianças e Adolescentes, vítimas ou testemunhas de violência”. O debate acontece no Plenário Júlio Maia, a partir das 9h, por proposição do deputado Rafael Tavares (PRTB).

A proposição do debate, segundo o deputado, partiu da necessidade de um local adequado ao atendimento de crianças e adolescentes, vítimas ou testemunhas de violência. “A recente situação da menina Sophia de Jesus, crime que aconteceu na capital, demonstrou a necessidade de um lugar especializado para acolher essas vítimas, que funcione após as 17h. A Delegacia de Polícia de Atendimento Comunitário (DEPAC), do Centro, não é o lugar ideal para que esses atendimentos sejam realizados. E sabemos que não é culpa dos policiais, mas sim dos atendimentos que lá ocorrem”, declarou o proponente. 

Entre as autoridades convidadas para o debate, estão o procurador de justiça Sérgio Harfouche, a delegada Anne Karine Sanches Trevizan Duarte, da Depca (Delegacia de à Criança e ao Adolescente), e Maria Isabela Saldanha, advogada e presidente da Comissão de Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso do Sul).

Saiba Mais