O clima esquentou entre os vereadores Ayrton Araújo do PT e Paulo Lands do Patriota. Os parlamentares tiveram uma discussão logo após a votação do veto do Executivo que trata da implantação do Piso Nacional da Enfermagem aos Servidores Públicos Municipais de Campo Grande.

Com dedo na cara e gritaria, Ayrton e Lands foram separados por outros vereadores que participavam da sessão. O Presidente da Casa de Leis, Carlos Augusto Borges, o Carlão do (PSB), tentou acalmar os ânimos, mas chegou a dizer que precisaria pedir para um dos vereadores sair do plenário enquanto pedia para o outro sentar.

Conforme o vereador do Patriota, a discussão teria começado após Ayrton defender Dilma Rousseff durante uma fala. O petista disse que a ex-presidente foi injustiçada e, na contramão, Lands alegou que ela havia sido cassada por ter cometido crimes.

Durante o bate-boca, um vereador chamou o outro de ‘bobo’. Após perceberem que a discussão estava acalorada, os parlamentares interviram. Carlão destaca que a Casa deve viver em harmonia e criticou o comportamento dos vereadores.