O consórcio firmado entre prefeitos de cinco cidades de Mato Grosso do Sul para constituir em conjunto uma de asfalto para o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Região Central de Mato Grosso do Sul será de R$ 5 milhões e deve sair do papel ainda neste ano. A informação foi confirmada pela prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), nesta segunda-feira (23).

Os prefeitos das cidades de JaraguariSidrolândia, Dois Irmãos do Buriti e de Terenos participam do consórcio. Segundo Adriane, o local está em processo de locação e deve ser anunciado ainda neste ano.

A compra já havia sido aprovada. Os cinco municípios dividirão os custos em: R$ 4 milhões para Campo Grande; R$ 494 mil para ; R$ 224 mil para Terenos; R$ 156,6 mil para Dois Irmãos do Buriti; e R$ 125 mil para Jaraguari.

Segundo a prefeita, o valor foi calculado de acordo com a receita corrente líquida de cada município. Em maio, foi assinado acordo do POA (Produto de Origem Animal) e estudo técnico para ser feito um concurso público entre os membros do consórcio.

Conisul

Em moldes parecidos, o Conisul (Consórcio Intermunicipal para Desenvolvimento da Região Sul de ) adjudicou em maio três empresas para fecharem contrato de R$ 17.602.100,00 para compra de materiais para a usina de asfalto que eles mantêm.

Com isso, três empresas poderão fornecer insumos tipo cap, óleo de xisto e emulsão para produção de C.B.U.Q na usina de asfalto do Conisul.

Saiba Mais