Começou a tramitar na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul um Projeto de Lei que visa instituir ao município de Nioaque o cognome ‘Vale dos Dinossauros’. A proposta é de autoria do deputado Junior Mochi (MDB), que justificou que foi pedido de vereadores da cidade, que aprovaram requerimento de pedido da proposta por unanimidade.

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação, as pegadas na região podem ter sido deixadas por dinossauros há cerca de 140 milhões de anos e formam um sítio paleontológico em Nioaque, cidade a 170 quilômetros de Campo Grande. Inicialmente, as pesquisas indicaram que as pegadas de dinossauros teriam sido deixadas no período Cretáceo.

Assim, é provável que sejam de dinossauros bípedes de postura ereta, como os ornitópodes. Porém, também existe a possibilidade de se tratarem de rastros de terópodes, cujo exemplar popularmente conhecido é o tiranossauro. O local foi descrito pela primeira vez no final da década de 1980, pelo professor Gilson Martins, da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Saiba mais aqui.

O projeto agora segue para análise da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) e você pode acompanhar a respectiva tramitação deste e de outros projetos acessando o Sistema Legislativo clicando aqui.