No próximo ano, Dourados terá orçamento de R$ 1,8 bilhão. O do Executivo que foi entregue nessa terça-feira (10) pelo prefeito (PP) ao presidente da Municipal, Laudir Munaretto (MDB), projeta uma estimativa de receita 24% maior que 2023.

A lei orçamentária prevê que do valor total, 25% seja destinado à educação e 15% para a saúde, entretanto, para 2024 a Prefeitura elaborou planejamento acima do prescrito em lei, com 26,54% do orçamento para a educação, com R$ 264.140 milhões, e 22,52% para destinados à saúde, com valor de R$ 220 milhões.

“Estamos trabalhando com empenho para cumprir os nossos compromissos com Dourados e os setores da educação e saúde são nossa prioridade. Para o próximo ano vamos fazer ainda mais, para que a nossa população tenha uma saúde de qualidade e os nossos alunos melhores condições e oportunidade na educação pública”, ressalta o Prefeito.

O planejamento elaborado pela equipe de gestão da Prefeitura e recebido pelo presidente da Câmara, Laudir Munaretto, teve um crescimento de R$ 345 milhões em relação ao ano passado, foi totalizado no valor de R$ 1.465 bilhão.

A previsão de despesas de pessoal para 2024 é de R$ 720.119.657,03, valor 49,21% maior que em 2023, enquanto a despesa com investimentos é de R$ 180.582.368,00.

“Desde que assumimos a gestão, nossa equipe tem pensado com muito zelo no planejamento e conseguimos entregar um valor crescente a cada dano. Para 2024 não será diferente, conseguimos projetar um orçamento que atende às principais necessidades da nossa Dourados”, explica Alan Guedes.

Saiba Mais