A ordem de serviço da construção de acesso à ponte da Rota Bioceânica em foi assinada nesta terça-feira (19). A ministra do Planejamento e Orçamento, , e o interino do Ministério dos Transportes, George Santoro, participaram da assinatura da ordem das obras que custarão R$ 711 milhões.

O governador de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel (PSDB) explicou como será aplicado o valor. Segundo ele, serão R$ 472 milhões para obras de acesso para BR-267.

Além disso, detalhou que o valor também será usado “em todas as estruturas alfandegarias, polícia federal, receita federal. Estamos discutindo como vai ser feito o alargamento e restauração da BR-267 nos últimos 104 km antes de chegar a Porto Murtinho”, disse.

Outros R$ 239 milhões serão usados para alargar a pista e restaurar 104 km de um trecho da BR-267, que vai do km 567 ao 678.

Rotas para comércio

A ministra Simone Tebet afirmou que apresentou um planejamento do Governo Federal onde foi apresentado para o presidente Luiz Inácio da Silva cinco rotas comerciais para criar aqui no país. “Ele deu aval para essas cinco obras”, afirmou. Contudo, ressaltou que inicialmente a rota de MS é a mais importante. “Acredito que é a que vai ficar pronta primeiro”, pontuou a ministra.

Simone também ressaltou que a rota abre um “novo caminho para os mercados para Mato Grosso do Sul e o Brasil”. Citou como exemplo de novas relações comerciais a Ásia, Japão, Coréia e Índia.

“Com esse acesso saindo pelo Pacífico, se torna mais perto a viagem de navio e mais competitivo”, comentou ao citar também o intercambio social que será promovido com a rota.

Investimentos no MS

O governador Eduardo Riedel considerou o “momento histórico, é a concretização de tudo que vinha sendo discutido”. Ele pontuou que o o trecho do Paraguai está bastante avançado e que a obra da ponte já está finalizada.

Assim, adiantou que a “construção do acesso a ponte que já está quase a metade realizada”. Riedel também afirmou que só nesse ano, MS recebeu investimento de mais de 1 bilhão para essa obra.

Por fim, Riedel disse que “o ministro trouxe também boas notícias para nossa ferrovia, que no ano que vem nós certamente teremos novidade”. Por sua vez, George destacou que o investimento deste ano foi o triplo se comparado aos últimos anos.

“Há um aumento substancial na malha viária do estado. Estamos hoje no melhor nível da malha viária dos últimos 10 anos”, disse o ministro interino. Ele comentou que foi criado um grupo para discussão da malha oeste. “Começou ontem as discussões, tem 90 dias para dar uma proposta”, afirmou.

O prefeito de Porto Murtinho, Nelson Cintra também participou da cerimônia. A senadora Soraya Thronicke (Podemos) acompanhou a assinatura da ordem de serviços.