A de Campo Grande aprovou nesta terça-feira (28) a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2024, que prevê R$ 6,4 bilhões. O projeto do Executivo foi discutido em duas sessões e representa crescimento de 18,6% no orçamento da Capital, se comparado com 2022.

Os vereadores apresentaram 624 emendas na Lei Orçamentária Anual. Segundo o relatório final, 187 emendas impositivas foram incorporadas.

Ou seja, 187 emendas serão executadas, obrigatoriamente, pela Prefeitura de Campo Grande. Serão R$ 440 mil para cada vereador da Casa de Leis e metade do recurso será destinado à área da saúde.

Entre a de emendas dos parlamentares, há recursos para educação, de unidades de saúde e construção de academias ao ar livre.

O projeto nº 11.108 teve o vereador Papy (Solidariedade) como relator. “Diversos bairros e associações apresentaram suas demandas diretamente, tanto em audiência pública, quanto em apresentação individual aos parlamentares”, disse o relator.

A proposta do Executivo começou a tramitar em agosto de 2023. Foi levado ao plenário da Câmara de Campo Grande em 31 de agosto e aprovado nesta terça-feira (28).

Saiba Mais