A vereadora Rosane Jung () procurou a Polícia Civil após uma confusão envolvendo o vereador Célio Franco de Oliveira, o Celinho Padeiro (MDB). Os dois estavam reunidos com o presidente em exercício da Municipal de , Gustavo Duó (PSDB), na segunda-feira (27).

O Jornal Midiamax teve acesso ao boletim de ocorrência registrado por Rosane. Durante a reunião, Celinho teria se exaltado com o presidente e a vereadora pediu calma ao colega.

Porém, o emedebista se irritou e teria dito: “Cala a boca. Você não me manda e não tem nada com a minha vida”. Consta no registro policial que Rosane se sentiu ofendida, já ela tratou o colega com educação.

O caso foi registrado e será investigado pela Delegacia de Polícia de Maracaju. Em nota, o PSDB Mulher de lamentou o fato.

“Faz-se necessário que sejam tomadas as medidas legais cabíveis o mais rápido possível, tendo em vista que a violência política tem um impacto que vai além da repercussão negativa sobre sua atuação na esfera política governamental, atingindo também a todas as mulheres que sonham em concorrer a cargos eletivos. Isso porque, é preciso reconhecer que palavras de cunho pejorativo inapropriadas para se referir a uma autoridade, podem passar a mensagem de que a ‘esfera pública não é lugar para as mulheres’”, diz o comunicado.