O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Gerson Claro (PP) decretou ponto facultativo no dia 13 de outubro. A resolução foi publicada nesta quinta-feira (5) no Diário Oficial do Parlamento.

Conforme consta no documento, o ponto facultativo é decorrente do feriado estadual de criação do Mato Grosso do Sul, celebrado em 11 de outubro (quarta-feira) e do feriado nacional, em que se celebra Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, comemorado em 12 de outubro (quinta-feira).

Desta forma, somente serviços essenciais estarão disponíveis e não haverá sessão na próxima semana. Segundo a Casa, o sistema passará por migração. Com isso, nenhuma atividade de votação será executada.