Presidente estadual do PL, o deputado federal Marcos Pollon esclareceu nesta quinta-feira (26) ao Jornal Midiamax que mantém comunicação aberta com os correligionários após ter sido apontado pelos filiados como pouco acessível.

Deputados do Estado reclamaram que não conseguem conversar com o parlamentar nem para marcar data da convenção. “Estava aqui na cidade, mas não conseguiu nos encontrar para marcar uma data. Mas estava dando entrevista, com tempo na agenda”, reclamou nesta semana o deputado Coronel David.

Questionado sobre a indicação do irmão do parlamentar à presidência do PL em Campo Grande, se limitou a comentar nesta quinta-feira (26) que ‘a escolha é dele’.

Esposa e irmão no PL

Na semana passada, a esposa de Pollon, Naiane Bitencourt, foi anunciada como presidente estadual do PL Mulher. Nesta semana, Gabriel Pollon, irmão do deputado, assumiu a presidência do PL em Campo Grande.

Pollon afirma que a escolha da esposa foi da presidente nacional do PL Mulher e da vice-presidente, Amália Barros. Sobre o irmão, diz ter sido concedida a ele a possibilidade de escolher o presidente municipal da sigla.

“Estamos formalizando [a presidência]. Na verdade, eu figurava como presidente em Campo Grande e me foi concedido colocar alguém com perfil igual ao meu e da minha confiança. Meu irmão é pessoa de reputação ilibada, conservador, casado, pai de três filhos, católico tradicional, aberto à vida, e de minha total confiança. E principalmente, assume este ônus sem qualquer remuneração”, disse.

Sobre não estar disponível para os correligionários, Pollon negou a informação. “Tenho mantido reuniões regulares com todos os deputados, inclusive durante a do General Braga Neto, quando organizamos uma reunião com os deputados e membros do PL. As pessoas têm o direito à liberdade de expressão, e é importante notar que, na composição de todas as comissões provisórias, os deputados e membros foram atendidos em todo o Estado. É por isso que ainda existem municípios sem definição para acomodar todas as pretensões”, aponta.

E finalizou. “Estou comprometido com a transparência e a comunicação aberta com todos os filiados e correligionários do partido. É impossível ter contato diário, pessoal e direto com todos os filiados, porém estou sempre a disposição para receber todos os que me procurarem”, disse.

Saiba Mais