A prefeita Adriane Lopes participou de agenda com o prefeito de Iquique e o governador de Tarapacá, no Chile, nesta segunda-feira (27). A prefeita disse que deve trabalhar na possibilidade turística de ter um voo direto de Campo Grande para o Chile.

Durante a passagem pelo país, que integra a Rota Bioceânica, a prefeita destacou o intercâmbio cultural entre Campo Grande e o Chile, além do desenvolvimento tecnológico da cidade.

Nesta segunda-feira (27), Adriane se reuniu com Alcade de Iquique, que ocupa o cargo equivalente ao de prefeito. Logo, encontrou o governador regional de Tarapacá, José Miguel Carvajal. As reuniões aconteceram no prédio do Governo.

“Nosso objetivo é promover o desenvolvimento tecnológico sustentável da nossa cidade, mas também o intercâmbio cultural, através do e outras possibilidades”, destacou Adriane.

Segundo a prefeita, “Campo Grande já é a Capital da Rota Bioceânica”. Assim, comentou que o fim da deve acelerar as transações. “Mas nós estamos avaliando a rodovia que vai interligar Campo Grande ao Chile, estamos vendo também possibilidades como hidrovia, ferrovia e aérea”, ponderou Adriane.

Adriane ainda destacou que a rota deve fomentar a geração de novos empregos, a economia e o desenvolvimento sustentável de Campo Grande.

Chile destaca conexão

O prefeito de Iquique, Maurício Sória, destacou que é a primeira vez que um chefe de executivo de Campo Grande foi até a cidade chilena em busca de parcerias comerciais.

“Cada dia se torna mais real esse sonho de mais de 50 anos de poder conectar o Brasil com o Pacífico e Pacífico com o Brasil, e neste caso Iquique com Campo Grande, Tarapacá com Mato Grosso do Sul”, comentou o alcade.

Além disso, ele ressaltou que a ligação entre os países e cidades “vai atrair um benefício econômico muito grande para os habitantes de Campo Grande e Iquique”.

Já o governador José Miguel Carvajal afirmou que a estreita os laços entre as cidades. “É algo sumamente importante, os laços econômicos entre os empresários, da comunidade, para que possamos proporcionar empregos”, disse.

Saiba Mais