Política

Pauta da Câmara de vereadores de Taquarussu será voltada à geração de empregos em 2022

Presidente da Câmara afirmou que foco será olhar para todas as demandas sociais vindas da população

Graziella Almeida Publicado em 05/01/2022, às 13h30

Vereadores durante discussão apreciando matéria em plenário
Vereadores durante discussão apreciando matéria em plenário - Foto: Reprodução/ Câmara de Vereadores de Taquarussu

Vereadores da Câmara de Taquarussu, a 328 quilômetros de Campo Grande, começaram o ano focados em atender às demandas da população, sem ter pautas específicas. No entanto, em interesse comum com Figueirão, a cidade de cerca de 3.500 habitantes busca a valorização comercial e geração de empregos como uma das primeiras discussões de 2022.

De acordo com presidente da Casa de Leis, Gilso Francisco (PSDB), os parlamentares limparam a pauta em 2021 e votam, nesta quarta-feira (5), um Projeto de Lei do Executivo que prevê o pagamento de um 'abono' aos servidores públicos concursados e comissionados no valor de R$ 500. Se aprovada, a medida será sancionada e o pagamento será feito todo mês de janeiro. Gilso ressaltou que essa foi uma das ações alinhadas com o Poder Executivo, que tem o intuito de fomentar a economia local neste início de ano. 

Segundo ele, a medida está sendo aprovada em emergência e mesmo em período de recesso os vereadores irão realizar uma sessão extraordinária para votar o projeto. “Então é como se fosse um 1/3 de um 14º, mas será votado apenas para este ano. É uma medida que estamos votando em acordo com executivo para fomentar a economia em Taquarussu,  então a Câmara trabalhará alinhada com as demandas vindas do executivo e da população", pontuou Gilso. 

Jornal Midiamax