Prefeitura quer destinar até 8% para rescisão de assistidos do Proinc

Proinc atende pessoas vulneráveis sociais em Campo Grande
| 27/05/2022
- 12:49
Resultado de processo
Prefeitura de Campo Grande também suplementou crédito para Servimed. Foto: Ilustrativa | Divulgação. - (Foto: Divulgação, Arquivo).

A Prefeitura de Campo Grande vai pagar 8% da bolsa-auxílio dos vinculados ao Proinc (Programa de Inclusão Social) a título de rescisão, quando estes forem desvinculados. de lei com esta foi enviado pelo município à Câmara Municipal nesta sexta-feira (27).

De acordo com o texto, o percentual vai ser aplicado sobre o valor da bolsa na ocasião da rescisão, 'aplicado sobre os meses em que o beneficiário ficou no Proinc, no limite de 36 meses'.

Proinc

Criado em 2010, o projeto abrange público vulnerável socioeconômico com oportunidade de trabalho e qualificação. Segundo a medida, o intuito é melhorar o atendimento os assistidos pelo programa municipal.

Para a proposta entrar em vigor, os vereadores precisam aprovar. Até lá, segue em trâmite na Casa de Leis. Depois, a Prefeitura de Campo Grande sanciona o projeto, que passa a valer.

Veja também

Últimas notícias