PDT nacional intervém em diretório de Mato Grosso do Sul após saída de Dagoberto Nogueira

Decisão foi tomada depois que Dagoberto Nogueira deixou o PDT e, consequentemente, a direção em MS
| 19/04/2022
- 09:46
PDT
Membros do diretório do PDT em MS, antes da destituição. - (Foto: Divulgação, Redes Sociais, Arquivo).

O PDT nacional decidiu, durante reunião na segunda-feira (19), intervir na direção do partido em , após a saída do deputado federal . Com isso, até a formalização de uma comissão provisória e eleição para o novo diretório, o Estado fica sob o comando nacional.

De acordo com a assessoria do PDT, a intervenção é necessária porque Dagoberto Nogueira, que era o presidente estadual, deixou o partido — ele se filiou no PSDB em 2022.

Com a decisão, uma comissão interventora foi aberta para atuar até a definição da nova direção. Não há prazo definido para conclusão.

O diretório em MS já era provisório, portanto, todos os membros dos espaços de decisão foram destituídos. A reportagem tentou contato com João Leite Schimidt, presidente de honra do PDT, mas não obteve retorno até o fechamento deste texto.

PDT

Em Mato Grosso do Sul, deve ser nomeado um interventor para acompanhar as tratativas para formalização do diretório. Além do Estado, o Mato Grosso e a Paraíba sofreram o mesmo tipo de medida, decidida na reunião de ontem.

A situação é semelhante, uma vez que os que eram presidentes deixaram a sigla na janela partidária, encerrada em abril deste ano.

Veja também

Senadores de Mato Grosso do Sul votaram a favor da PEC (Proposta de Emenda à...

Últimas notícias