Candidata à Presidência da República, a senadora (União/MS) foi entrevistada no “Jornal Nacional”, da TV Globo, na quarta-feira (31). Diferentemente dos postulantes mais bem posicionados em pesquisas de opinião, ela foi apresentada pela jornalista Zileide Silva.

Soraya reiterou proposta feita no debate do pool da TV Bandeirantes, jornal Folha de S.Paulo, portal UOL e TV Cultura para isentar professores do IR (). Ela foi questionada sobre o contingente de 240 mil crianças de 6 a 14 anos fora da escola no segundo trimestre de 2021, número que era 90 mil em 2019.

“Nós precisamos dar condições para essas crianças estudarem. Queremos dar internet, inovar no ensino, mas certas crianças sequer têm banheiro e têm água. É um problema grave. Mas principalmente nós precisamos iniciar tudo isso valorizando o professor, e dentro da nossa proposta nós iremos isentar de Imposto de Renda todos os professores do nosso país, da rede pública e da rede privada”, garantiu.

Sobre os quase 63 milhões de brasileiros no mapa da pobreza, que vivem com menos de R$ 497 por mês, segundo a FGV (Fundação Getúlio Vargas), a senadora criticou a situação e disse que uma reforma tributária pode ajudar a reverter isso.

“É inadmissível uma situação dessas num país que é considerado celeiro do mundo. Também é inadmissível chamar a de insegurança alimentar. Fome é fome, e dói. E para gente cuidar dessas pessoas, a gente tem que cuidar das contas. E por isso que a nossa reforma tributária é considerada por nós como a mãe de todas as reformas, e é o mote principal do nosso projeto. É trocar, substituir 11 tributos federais por um imposto só, com uma alíquota de 1,26%”, disse.

Soraya Thronicke promete aumentar autonomia da PF

Quando perguntada sobre as propostas para a segurança pública, a candidata voltou a reforçar a proposta de dar mais autonomia à PF (Polícia Federal).

“Uma das nossas propostas é dar autonomia total para a Polícia Federal. Dentre as medidas, uma delas é dar mandato para o diretor-geral da Polícia Federal e um mandato intercalado, mandato de dois anos, intercalado com o de presidente da República”, explicou.

Segundo ela, esse mandato não irá coincidir com o início do mandato presidencial.