Após a diplomação do presidente eleito Luís Inácio Lula da Silva, na última segunda-feira (12), o deputado estadual de Mato Grosso do Sul, (PP), disse que o dia foi triste e há possibilidade do petista não conseguir governar o país.

Vendramini usou a tribuna virtual nesta terça-feira (13) por mais de cinco minutos após a manifestação dos deputados petistas, e, discursou sobre como a diplomação de causou alvoroço. “Ontem foi o dia mais triste da história, por causa da diplomação de uma pessoa que envergonha a nação brasileira pela sua história”.

O parlamentar citou o ministro Edson Fachin sobre os cancelamentos das decisões condenatórias de Lula. Também falou sobre o ministro . “O ministro rasgou a nossa Constituição e vemos a indignação do povo brasileiro de forma pacífica, é inimputável e isso nos deixa triste”.

Não vai conseguir governar o país

Ainda conforme o deputado, Lula não vai conseguir governar o Brasil porque “a maioria do povo brasileiro não aceita ser governado por ladrão”.

Contudo, o deputado se manifestou ainda dizendo que o governo foi ‘colocado' na presidência. “Eu como advogado, entendo que ele não poderia ser diplomado, pois há vários pedidos de impugnação e o ministro Alexandre de Moraes não analisou, não compareceu no Senado para responder aos questionamentos”.

Vendramini disse que o povo tem suspeita sobre o resultado nas urnas. “Não houve transparência como poderia ter tido, diplomar um candidato com essa dúvida não vai dar certo”.

Por fim, o deputado também criticou a imprensa. “A grande imprensa brasileira que diz ser a favor da democracia, se omite na divulgação da verdade. Não queremos ser Venezuela, ser Cuba, ser Bolívia”.