Assomasul cria comissão para implementar previdência complementar nos municípios

Previdência complementar passou a ser obrigatória em todos os municípios com regime próprio de previdência
| 24/01/2022
- 14:34
Prédio fica localizado na Avenida Zahran
Prédio fica localizado na Avenida Zahran, em Campo Grande - Assessoria, Divulgação

A (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) criou comissão para implementar previdência complementar nos municípios do Estado. 

Os prefeitos que integram a comissão estão responsáveis por deliberar e promover atos em conjunto com os demais Poderes, com o objetivo de adequar, regulamentar e promover a implementação e acompanhamento da previdência complementar nos municípios do Estado.

A Comissão será composta por três membros indicados pela Assomasul e mais três membros indicados pela Adimp-MS (Associação dos Institutos Municipais de Previdência), sendo: 

I – João Carlos Krug (PSDB) - Chapadão do Sul

II – Prefeito Henrique Wancura Budke (PSDB) - Terenos

III – Rogério Rosalin (Diretor Geral da Assomaul); 

IV– Deoclécio Paes da Silva (Presidente da ADIMP/MS); 

V – Adelmo Antônio Urban (Assessor Jurídico); 

VI – Ademir de Oliveira (Consultor). 

Previdência Complementar

A Previdência Complementar passou a ser obrigatória com emenda constitucional 103/2019 em todos os estados e municípios que possuem regime próprio de previdência. Com isso, estarão vinculados a ele todos os servidores que tenham remuneração superior ao teto dos benefícios do que ingressarem no serviço público após a sua criação.

Veja também

O Governo Federal, em nota, destaca que o valor é referente ao repasse de parcela do bônus de assinatura da cessão onerosa dos campos de Sépia e Atapu, no Pré-Sal

Últimas notícias