Política

Além de deputados em busca da reeleição, vereadores estão de olho em vagas na Assembleia de MS

A confirmação depende das convenções e do que os respectivos partidos vão decidir quanto ao pleito eleitoral.

Mayara Bueno Publicado em 09/01/2022, às 10h47 - Atualizado às 12h00

Plenário da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul)
Plenário da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) - (Foto: Marcos Ermínio, Jornal Midiamax, Arquivo)

No que depender dos planos dos vereadores de Campo Grande e deputados estaduais de Mato Grosso do Sul, a Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) vai ser disputada por ambos parlamentares em 2022. É que os legisladores municipais querem alçar voo e chegar no Parque dos Poderes, enquanto os deputados querem garantir a permanência por mais quatro anos.

Dos 29 vereadores, seis estão de olho no parlamento estadual, mas a confirmação depende das convenções e do que os respectivos partidos vão decidir quanto ao pleito eleitoral. São eles: Betinho (Republicanos), Coronel Alírio Villasanti (PSL), Otávio Trad (PSD), Tiago Vargas (PSD), Valdir Gomes (PSD) e Zé da Farmácia (Podemos).

Em relação aos deputados, dos 24, 14 responderam que pretendem entrar na disputa almejando ficar mais quatro anos no cargo. O deputado João Henrique Catan (PL) se colocou à disposição do partido para disputar a eleição para o governo estadual. Na Câmara Municipal, também há quem queira mudar o poder, ao disputar para o Executivo estadual. É o caso do vereador Professor André Luis (Rede).

Os parlamentares que pretendem disputar novamente a cadeira na Alems, são: Evander Vendramini (PP), Coronel David, Pedro Kemp (PT), Mara Caseiro (PSDB), Marcio Fernandes (MDB), Jamilson Name, Amarildo Cruz (PT), Antônio Vaz (Republicanos), Barbosinha (DEM), Gerson Claro (PP), Lídio Lopes (Patriota), Paulo Duarte (MDB) e Neno Razuk. O presidente da Alems, Paulo Corrêa (PSDB) também é candidato à reeleição, conforme adiantado pela assessoria de imprensa. 

Jornal Midiamax