Política

Vereador apresenta na Câmara de Campo Grande moção de pesar pela morte de Jamil Name

Mayara Bueno Publicado em 29/06/2021, às 10h06 - Atualizado às 10h07

Vereador Jamal Salem durante sessão desta terça-feira
Vereador Jamal Salem durante sessão desta terça-feira - (Foto: Reprodução/Facebook)

O vereador Jamal Salem (MDB) apresentou moção de pesar pela morte de Jamil Name, vítima da Covid-19, aos 82 anos. O documento foi lido durante sessão da Câmara Municipal de Campo Grande desta terça-feira (29). 

"Jamil foi meu paciente há mais de 25 anos. Na relação de médico e paciente, ficamos amigos. Momento de dor. Ficamos triste por essa maneira de partir", disse o vereador. Quiseram assinar a moção os vereadores Carlão (PSB), Valdir Gomes (PSD), Professor Riverton (DEM), Professor Juari (PSDB) e Ademir Santana (PSDB).

Proponente da moção, o vereador Jamal Salem citou o filho de Jamil, deputado Jamilson Name e a esposa Tereza Name, prestando condolências à família. Jamil Name estava hospitalizado desde o fim de maio em Mossoró (RN), onde estava preso em penitenciária federal desde setembro de 2019, junto com Jamil Name Filho -  ambos investigados na Operação Omertà por supostamente chefiar uma organização criminosa envolvida em execuções.

Ele será velado e sepultado na quarta-feira (30), com cerimônia a partir das 14h, no Cemitério Santo Antônio, o mais antigo de Campo Grande. À princípio, havia uma indefinição de familiares sobre a possibilidade de velório, uma vez que ele morreu vítima de complicações da covid-19. Inicialmente, a previsão era de que velório e sepultamento fossem realizados nesta terça-feira. Porém, a logística para translado do corpo adiou a despedida.

Jornal Midiamax