Política

Suplente de vereador afastado por violência doméstica assume vaga na Câmara de Dourados

Douradense, Edson Souza (DEM) é empresário e atua no ramo de lubrificação de veículos. Em princípio, ele fica no cargo por 90 dias

Marcos Morandi Publicado em 14/09/2021, às 11h33

Posse aconteceu no Gabinete do presidente Laudir Munaretto (MDB)
Posse aconteceu no Gabinete do presidente Laudir Munaretto (MDB) - Valdenir Rodrigues

O empresário Edson Souza (DEM), suplente do da legenda, tomou posse  na manhã desta terça-feira como vereador de Dourados. Ele assumiu o cargo no lugar do médico Diogo Castilho (DEM), afastado durante a sessão desta segunda-feira (13), por unanimidade, por denúncia de quebra de decoro parlamentar.

O empresário, segundo os procedimentos estabelecidos pela Câmara, ficará no cargo por 90 dias, prazo que a Casa de Leis investigará a denúncia de violência doméstica apresentada contra Castilho, na semana passada, pelo advogado Daniel Ribas.

Edson aparece na lista de primeiro suplente do DEM, uma vez que nas últimas eleições obteve 979 votos. O empresário é debutante na vida política. Caso Diogo Castilho seja cassado, ele assume o cargo em definitivo.

Formado em Administração, Edson nasceu em Dourados, em 1975, viveu até os 24 anos na área rural da cidade. Ele é proprietário de uma presa que atua no ramo de lubrificação de veículos. “Nesses 90 dias vou visitar os bairros, ouvir as demandas da nossa gente e fazer as indicações necessárias”, disse o empresário.

Jornal Midiamax