Política

Sessões na Assembleia de MS podem voltar presencialmente em outubro

Devido à pandemia da Covid-19, deputados estão em sessões remotas

Renata Volpe Publicado em 30/09/2021, às 09h08

Sessões estão remotas desde março do ano passado
Sessões estão remotas desde março do ano passado - Reprodução

As sessões na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) podem voltar presencialmente a partir de 15 de outubro, caso os deputados aprovem a decisão que deve ser colocada em votação nos próximos dias.

Desde março do ano passado, início da pandemia da Covid-19, os parlamentares participam da sessão de forma remota e fecharam a Assembleia, para conter a disseminação do vírus. Portanto, os parlamentares votam projetos e participam da Ordem do Dia de forma online. 

Ao longo deste ano, com o avanço da vacinação, as sessões começaram a ser mistas e funcionários da Casa de Leis voltaram ao trabalho presencial em agosto, com apresentação da carteira de vacinação.

No início deste mês, o presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB), colocou em votação a possibilidade de voltar ao presencial ou continuar de forma mista. Na ocasião, todos os deputados concordaram em continuar remotos, com alegação de ter dado certo o sistema e que eles podem visitar os municípios mesmo em dias de sessões.

A decisão de continuar presencial ou remota é sempre informada por Corrêa no início dos meses. A prorrogação da sessão mista tem validade até 15 de outubro. A reportagem do Jornal Midiamax tentou falar com Corrêa, mas até o fechamento deste texto, não obteve resposta.

Jornal Midiamax