Política

Presidente da Alems cobra celeridade para definir comissões e avisa que pode repetir composição

O presidente da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul), Paulo Corrêa (PSDB), cobrou os líderes de blocos e de partidos a agilizar a indicação de nomes para as comissões da Casa. No ano passado, a demora atrasou a abertura da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), a mais importante do […]

Adriel Mattos Publicado em 04/02/2021, às 10h38 - Atualizado às 10h40

Foto: Luciana Nassar, Alems
Foto: Luciana Nassar, Alems - Foto: Luciana Nassar, Alems

O presidente da Alems (Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso do Sul), Paulo Corrêa (PSDB), cobrou os líderes de blocos e de partidos a agilizar a indicação de nomes para as comissões da Casa. No ano passado, a demora atrasou a abertura da CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), a mais importante do Legislativo estadual.

Corrêa alertou que, se as lideranças não formalizarem as indicações em breve, vai reabrir os colegiados com a composição de 2020. O G10, anteriormente o maior bloco no Palácio Guaicurus, teve debandada no ano passado, e o líder Londres Machado (PSD) prometeu anunciar a nova composição até a próxima quarta-feira (10).

Marcio Fernandes (MDB) antecipou a negociação para criação de outro grupo e também se comprometeu a informar o presidente na próxima semana. Líder do PSDB, Rinaldo Modesto também vai indicar os nomes da legenda nas sessões seguintes.

Em 2020, a CCJR só foi oficialmente reaberta 15 dias depois da abertura do ano legislativo, após intensas deliberações dos parlamentares. Porém, o consenso sobre a presidência do colegiado só foi atingido uma semana depois.

Jornal Midiamax