Política

Por R$ 120 milhões, Caravana da Saúde fará 70 mil cirurgias em MS

Também estão previstos 50 mil exames

Renan Nucci Publicado em 16/11/2021, às 10h58

Governador Reinaldo Azambuja anunciou reajuste a servidores nesta terça-feira
Governador Reinaldo Azambuja anunciou reajuste a servidores nesta terça-feira - Marcos Ermínio/Midiamax

O governador Reinaldo Azambuja anunciou, durante agenda na manhã desta terça-feira (6), que a Caravana da Saúde deve retomar os atendimentos ainda neste mês de novembro, para realização de 70 mil cirurgias e 50 mil exames de pacientes em todo o Mato Grosso do Sul.

O chefe do Executivo Estadual explicou em coletiva de imprensa que, juntamente com o secretário Geraldo Resende, titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde), contratou clínicas e hospitais, públicos e particulares, para realização dos procedimentos. O valor total é de R$ 120 milhões.

Neste sentido, foi feito um levantamento com as secretarias de Saúde de todos os municípios, para saber quais pacientes se encaixam no perfil do programa. “Quem está na fila primeiro, esperando há mais tempo, vai ter direito de fazer a cirurgia primeiro”, explicou o governador.

Além disso, estão previstos 50 mil exames como ressonância, tomografia, colonoscopia, ultrassom e raio-x, entre outros. “O Estado investiu R$ 120 milhões nessa contratação, pagando maior do que a tabela do SUS [Sistema Único de Saúde], para que esses hospitais se interessem em participar”.

Saúde

A Secretaria de Estado de Saúde, desde outubro, solicita a todos os usuários do Sistema Único de Saúde, a atualização do Cartão SUS em uma unidade de saúde do seu município. O Governo do Estado retoma nos próximos dias, o Programa da Caravana da Saúde, que neste ano será dividido em duas modalidades: Opera MS e Examina MS.

Dessa forma, para atender à demanda represada que surgiu durante o período da pandemia da Covid-19, muitos usuários estão com o cadastro desatualizado como o número de telefone e endereço. Em breve, os municípios entrarão em contato com estes pacientes que aguardam por um exame ou cirurgia, por isso é importante estar com o cadastro atualizado.

Agenda

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) apresentou na manhã desta terça-feira (16), na Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), projeto de Lei com reajuste linear a 81 mil servidores ativos e inativos do Estado. O índice de aumento foi de 10%, 'com abono anexado na tabela de vencimento de todos os servidores', segundo Reinaldo. 

Jornal Midiamax