Política

Queda global de WhatsApp, Facebook e Instagram repercute entre políticos de MS

Ironias e até teoria da conspiração inspiraram as críticas

Marcelo Nantes Publicado em 04/10/2021, às 16h46

Pane das redes sociais mexeu com o humor de políticos do MS
Pane das redes sociais mexeu com o humor de políticos do MS - Arquivo

Redes sociais off-line modificam e inspiram o humor de muitos que dependem dos formatos online para fazer negócio ou, simplesmente, se comunicar. E com autoridades não poderia ser diferente. Três dos políticos de Mato Grosso do Sul recorreram ao Twitter - uma das ferramentas que ficaram disponíveis nesta segunda-feira, dia 4, - para expressar como é difícil se adaptar quando as circunstâncias fogem do nosso controle .

O deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) usou a letra de uma música do grupo de pagode Exaltasamba para comentar o inesperado “apagão”. "Me liga, me manda um telegrama...", brincou o pedetista.

Na Câmara de Vereadores, dois rivais ideológicos também recorreram à mesma rede social para comentar e lamentar o início de semana com relativa possibilidade de comunicação com o resto do mundo. 

O vereador Tiago Vargas (PSD) suspeitou da ausência das plataformas. “Instagram; Facebook e WhatsApp; todos fora do ar, algo de muito estranho está acontecendo!!!!!”. 

Já a colega de Plenário Camila Jara (PT) politizou a situação. “Cai o WhatsApp, cai o Facebook, cai o Instagram, só o Bolsonaro que não cai”.

Jornal Midiamax