Política

Novo recurso de Dharleng contra decisão que elegeu Delei em Campo Grande entra em pauta no TSE

Ex-vereadora ainda tentar derrubar acórdão do TRE-MS que acabou por tirar sua vaga na Câmara Municipal

Jones Mário Publicado em 26/05/2021, às 17h46

Delei Pinheiro, vereador pelo PSD, e Dharleng Campos, ex-vereadora pelo MDB
Delei Pinheiro, vereador pelo PSD, e Dharleng Campos, ex-vereadora pelo MDB - Izaias Medeiros/CMCG

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) incluiu recurso da ex-vereadora Dharleng Campos (MDB) na pauta do julgamento virtual marcado para começar no próximo dia 4 de junho. A emedebista ainda tenta reverter a decisão que confirmou a eleição de Delei Pinheiro (PSD) à Câmara Municipal de Campo Grande e, com isso, tirou sua vaga.

A defesa da ex-vereadora interpôs agravo regimental contra a negativa do ministro Mauro Campbell Marques em dar provimento aos recursos especiais dela e de seu partido. A sentença foi proferida no dia 7 de abril.

Para voltar à Casa de Leis, Dharleng precisa derrubar o acórdão do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) que, em dezembro de 2020, reformou decisão anterior para aceitar o registro de candidatura de Delei Pinheiro - negado em primeira instância porque ele faltou ao recadastramento biométrico de 2018.

A reviravolta validou os votos de Delei e provocou uma retotalização do resultado das eleições. A recontagem deu mais uma vaga na Câmara ao PSD de Delei, que acabou eleito. Com isso, Dharleng Campos perdeu sua cadeira.

Delei fez 3.850 votos nas eleições de 15 de novembro. Já Dharleng Campos seria a vereadora eleita com menor desempenho, 1.782 votos, até o TRE-MS reformar decisão e deferir a candidatura do adversário.

O julgamento do agravo regimental da emedebista será virtual. Os ministros do TSE têm até o dia 10 de junho para expedir seus votos. Campbell Marques é quem relata o feito.

Jornal Midiamax