Política

Ministro do Desenvolvimento anuncia construção de mais 10 mil casas em MS

Rogério Marinho esteve em Campo Grande para entrega de 256 apartamentos no Residencial Sírio Libanês

Renata Volpe e Mayara Bueno Publicado em 24/09/2021, às 12h00

Ministro Rogério Marinho durante entrega das chaves do Residencial Sírio Libanês
Ministro Rogério Marinho durante entrega das chaves do Residencial Sírio Libanês - Marcos Ermínio, Jornal Midiamax

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, anunciou nesta sexta-feira (24), a construção de mais 10 mil casas em Mato Grosso do Sul. Ele participou nesta manhã, da entrega das chaves do Residencial Sírio Libanês, no Vila Manoel Taveira, em Campo Grande. 

Segundo Marinho, a construção das moradiasprevista para o Estado terá contrapartida do governo estadual e federal. “Mato Grosso do Sul é um dos estados que mais tem resultados positivos, como a geração de empregos”.

Marinho disse ainda que na primeira etapa serão 2 mil casas. “A médio prazo serão 10 mil casas, com contrapartida do governo estadual e deve ser liberado R$ 1 bilhão para construção. O preço médio delas é de R$ 100 mil, mas as prestações ficam menores graças ao subsídio de R$ 40 mil que será feito”. 

O ministro comentou ainda sobre o plano nacional e sobre os juros aplicados. “O plano nacional tem característica e R$ 56 bilhões são disponibilizados todos os anos. Os juros são definidos pelo Conselho do Codefat. Precisamos remunerar o fundo de garantia com percentual de 70% da taxa de poupança, acrescido de uma remuneração que permita que não tenha decréscimo no Fundo de Garantia”, explicou.

Rogério Marinho afirmou ainda que o percentual de 4,25% é a menor taxa de juros no Brasil. “Essa é a taxa de juros que será aplicada nos próximos dois anos, de 4,25% para Norte e Nordeste e 4,5% para as demais regiões do país”.

Jornal Midiamax