Política

Luciano Hang faz live para ironizar relatório da CPI da Covid

O relator do colegiado, Renan Calheiros (MDB-AL), foi alvo das críticas do empresário

Marcelo Nantes Publicado em 20/10/2021, às 19h03

Empresário Luciano Hang ao lado do presidente Jair Bolsonaro
Empresário Luciano Hang ao lado do presidente Jair Bolsonaro - Arquivo

O empresário Luciano Hang, proprietário das Lojas Havan e amigo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), fez uma live em uma rede social particular para ironizar e criticar o relatório final da CPI da Covid. O colegiado é conduzido pelo Senado e tem como relator o senador Renan Calheiros (MDB-AL). No relatório final, Calheiros incluiu Hang entre os indiciados por suspeita de disseminação de fake news (notícias falsas) e incitação ao crime.

Na live, Hang disse que se sentia “agradecido” e “honrado” por ter sido convocado pela CPI, pois pode “explicar aos brasileiros o que ele e a Havan haviam feito em prol da saúde e dos empregos durante a pandemia”.

Sobre o indiciamento, disse que não esperava resultado diferente, pois a CPI é “política, amparada em narrativas, não em fatos e muito menos em provas”. O empresário acrescentou que se sentiria constrangido se não houvesse o pedido de seu indiciamento pelo relator Renan Calheiros. 

“Ser apontado como alguém que cometeu um crime justamente pelo senador Renan Calheiros, que já acumulou 25 processos no Supremo no Tribunal Federal (STF), investigações pela Polícia Federal e pelo Ministério Público é algo para se colocar no currículo. Vejo como uma das maiores honrarias que eu poderia receber na vida”, enfatizou.

Jornal Midiamax