Política

Em painel da Unale, ministra Tereza Cristina fala sobre desmatamento ilegal

Ministra participa de conferência que reúne 1,2 mil parlamentares

Lucas Mamédio e Dândara Genelhú Publicado em 25/11/2021, às 16h35

Ministra Tereza Cristina respondendo a pergunta durante painel da Unale
Ministra Tereza Cristina respondendo a pergunta durante painel da Unale - (Foto: Leonardo de França)

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (DEM), destacou em seu pronunciamento na 24ª conferência da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais), que está sendo realizada em Campo Grande, os problemas decorrentes do desmatamento nos principais biomas brasileiros e no mundo.

Ela pontuou que dos gases que contribuem para o chamado efeito estufa, o Brasil tem apenas 3% de responsabilidade mundial. No entanto, Tereza apontou que metade dos gases são provenientes dos desmatamentos. "Por isso assinamos os acordos de florestas" e segundo a ministra, o Brasil vai "acabar com o desmatamento ilegal até 2028".

Sobre os impactos da pandemia na agricultura, a ministra acredita que foram, em certo aspecto, positivos. "Acelerou a chegada da tecnologia no meio rural".

COP26

Sobre a participação do Brasil na COP26 (Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2021), a ministra avalia como bem-sucedida. 

"Acho que nós fomos bem, acho que chegamos lá com uma negatividade enorme. O plano ABC que mostramos na COP 26, não foi feito para a COP, ele é um projeto de baixo carbono". Completou dizendo que mostraram como chegaram na meta estipulada para 10 anos e passaram da meta com as ações do ministério. "Tivemos muito sucesso na apresentação, e temos hoje muitos países pedido o plano ABC".

Foi nesse ponto que a ministra defendeu que  por causa do desmatamento, é preciso um novo incentivo no sentido de gratificar o produtor que plantar mais árvores e vegetação florestal ou aumentar a área de preservação dentro da propriedade privada. "Ele vai poder receber por esse serviço e vai ser uma outra atividade para o produtor rural. Para gente ter uma agropecuária cada vez mais sustentável, vamos precisar muito de pesquisa e inovação".

Ao final de sua fala, Tereza Cristina recebeu uma placa de homenagem das mãos da atual presidente da Unale, a deputada baiana Ivana Bastos e do futuro presidente, o deputado estadual por MS, Lídio Lopes (Patriota) 

Conferência

Com tema ‘Redesenhando os Caminhos do Parlamento’, o evento ocorre até a sexta-feira (26). Durante a conferência, serão realizados painéis sobre: marketing digital eleitoral, geração de trabalho e renda, tecnologia nos parlamentos, educação, saúde, empreendedorismo, mudanças no código eleitoral e modernização dos processos legislativos.

O painel mais aguardado está marcado para às 17h desta quinta-feira (25), com o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin palestrando sobre as principais alterações do Código Eleitoral e como podem impactar nas campanhas.

Os credenciamentos foram iniciados na última terça-feira (23). A sessão da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) desta quinta-feira (25) foi suspensa, para que os deputados participem do evento.

Programação

Além da abertura oficial e eventos simultâneos realizados durante esta quarta-feira (24), a conferência conta com extensa programação nesta quinta e sexta-feira (26). Confira abaixo a programação completa, que também pode ser acessada no site oficial do evento. 

Jornal Midiamax