Política

Com covid-19, prefeito de Miranda sofre crise respiratória e é internado em Campo Grande

Diagnosticado com a doença há cinco dias, prefeito de Miranda Edson Moraes (PSDB) teve uma crise respiratória e precisou ser internado.

Jones Mário Publicado em 19/03/2021, às 14h44 - Atualizado às 18h26

Edson Moraes, prefeito de Miranda pelo PSDB (Foto: Reprodução/Facebook)
Edson Moraes, prefeito de Miranda pelo PSDB (Foto: Reprodução/Facebook) - Edson Moraes, prefeito de Miranda pelo PSDB (Foto: Reprodução/Facebook)

O prefeito de Miranda Edson Moraes (PSDB) foi hospitalizado em Campo Grande após sofrer uma crise respiratória. Ele e a esposa, a primeira-dama Fátima Ramalho, foram diagnosticados com covid-19 há cinco dias.

Segundo familiares, o prefeito recebeu o primeiro atendimento ainda no Hospital Municipal Renato Albuquerque Filho, em Miranda, na noite de ontem (18). Devido a complicações, Moraes acabou transferido para Campo Grande na madrugada de hoje (19).

“O quadro clínico no momento é estável, consciente, respira com auxílio de oxigênio”, informaram familiares por meio da página oficial do tucano no Facebook. Ainda segundo o relato, por enquanto não há necessidade de intubação. O comunicado não diz em que hospital o prefeito está internado.

Mato Grosso do Sul já soma 200.017 casos confirmados de covid-19 desde a deflagração da pandemia. Nas últimas 24 horas foram 1.222 novos registros e mais 36 mortes, conforme boletim epidemiológico divulgado hoje pela SES (Secretaria de Estado de Saúde).

O Estado ainda bateu recorde de internações, com 968 pacientes em leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Jornal Midiamax