Agenda

precisou vir de Bonito para a Base Aérea da Capital devido ao mau tempo na cidade turística. Daqui, ele iria para Porto Murtinho cumprir a agenda, que conta com o presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez, além do governador e outras autoridades. 

No palco de solenidade, o chefe do Executivo estadual comunicou o cancelamento, dizendo que ‘no ano que vem’ será feita uma ‘grande festa’ para lançamento da pedra, com o presidente brasileiro. Não ficou claro se o evento todo desta segunda-feira seria cancelado, uma vez que, há pouco, o presidente do país vizinho publicou em suas que a obra começará hoje.

O ato estava marcado para 11h30 em uma tenda instalada às margens do Rio Paraguai, em Carmelo Peralta, do lado paraguaio, e a meia hora de barco de Porto Murtinho, de onde se avista a área escolhida para construção da ponte, de acordo com a assessoria do Executivo de MS.