Política

Sem falar com Mandetta nem Tereza, Saraiva ensaia candidatura do DEM em Campo Grande

Ex-vereador de Campo Grande por quatro mandatos, Airton Saraiva (DEM) ensaia a candidatura dele para que a sigla dispute as eleições deste ano à Prefeitura. O membro do partido não conversou, entretanto, com as maiores lideranças do Democratas, a ministra do Agronegócio Tereza Cristina e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. A cúpula do […]

Evelin Cáceres Publicado em 26/07/2020, às 15h33 - Atualizado em 27/07/2020, às 09h18

O ex-vereador Airton Saraiva (DEM).
O ex-vereador Airton Saraiva (DEM). - O ex-vereador Airton Saraiva (DEM).

Ex-vereador de Campo Grande por quatro mandatos, Airton Saraiva (DEM) ensaia a candidatura dele para que a sigla dispute as eleições deste ano à Prefeitura. O membro do partido não conversou, entretanto, com as maiores lideranças do Democratas, a ministra do Agronegócio Tereza Cristina e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

A cúpula do Democratas se encaminha para fechar aliança com o prefeito Marquinhos Trad (PSD), uma questão de ‘coerência política’, de acordo com Mandetta. No entanto, Saraiva diz ter apoio do ex-líder de Reinaldo Azambuja (PSDB) na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Barbosinha, de Zé Teixeira e também do vice do governador tucano, Murilo Zauith, no caminho contrário ao que vem sinalizando a sigla para Campo Grande.

“Todos até o momento me deram apoio. Temos condições plenas de disputar essas eleições”, argumenta. O ex-vereador acredita que um partido do porte do DEM não pode ficar sem candidatura própria. “Todos os partidos estão lançando candidatos, temos que lançar também. Só não conversei com o Madetta, não localizei ele por telefone, nem com a Tereza pessoalmente”, conta.

O secretário-geral do partido e a diretoria municipal, da qual Saraiva faz parte, também serão consultadas sobre a ideia. “Vamos levar essa ideia e tentar chegar a esse consenso”, comentou.

Aliança com Marquinhos

Maiores lideranças do partido, Tereza Cristina ainda evita declarar uma candidatura própria em Campo Grande. Mandetta, por sua vez, já deixou claro que o caminho natural do partido é a aliança com o PSD.

“É um caminho. O partido apoiou a chapa Marcos e Adriane [vice-prefeita Adriane Lopes, do Patriota]. O prefeito externou a vontade de manter a chapa, o que respeitamos”, disse.

Presidente municipal do partido, Lúcio Flavio Joichi, limitou-se a comentar que Saraiva tem o direito de pleitear a vaga. “Democraticamente, qualquer um pode pleitear e convencer a direção do partido a demonstrar sua viabilidade eleitoral como pré-candidato, mas, temos que ouvir a todos os envolvidos nesse processo de cidadania”, declarou.

Jornal Midiamax