Política

Nelsinho diz que regras no Senado podem ser mudadas para reeleição de Alcolumbre

O presidente do Senado Federal, David Alcolumbre (DEM-AP) pode tentar reeleição na mesma legislatura, caso o Congresso mude as regras do regimento interno, conforme o senador sul-mato-grossense Nelsinho Trad (PSD), afirmou em entrevista ao Programa Poder Em Foco, do SBT. Pela regras atuais, o artigo 59 do Regimento Interno do Senado proíbe a possibilidade de […]

Renata Volpe Publicado em 26/01/2020, às 12h38 - Atualizado às 13h45

Senador Nelsinho Trad. (Divulgação)
Senador Nelsinho Trad. (Divulgação) - Senador Nelsinho Trad. (Divulgação)

O presidente do Senado Federal, David Alcolumbre (DEM-AP) pode tentar reeleição na mesma legislatura, caso o Congresso mude as regras do regimento interno, conforme o senador sul-mato-grossense Nelsinho Trad (PSD), afirmou em entrevista ao Programa Poder Em Foco, do SBT.

Pela regras atuais, o artigo 59 do Regimento Interno do Senado proíbe a possibilidade de membros da Mesa Diretora da Casa serem reconduzidos aos cargos no período imediatamente subsequente ao que foram eleitos. David Alcolumbre assumiu a presidência em fevereiro de 2019 e seu mandato é válido por dois anos, ou seja, acaba em 2021.

Durante a entrevista concedida ao jornalista Fernando Rodrigues e que vai ao ar neste domingo (26), Nelsinho foi questionado se teria uma fórmula para reeleger o atual presidente do Senado. Trad respondeu que Alcolumbre é uma pessoa democrática. “Ele foi uma grata surpresa. Ele é excessivamente democrático, partilha a responsabilidade da condução do senado com os líderes. Ele gerou uma pacificação dentro da Casa”, elogiou.

Trad mencionou a reeleição do presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ). “Da mesma forma que Rodrigo Maia conseguiu fazer valer uma reeleição numa mesma legislatura, eu penso que o presidente David tem tudo pra conseguir e tem em mim um apoiador. Time que tá ganhando não se deve mexer”, considerou.

Questionado se outros senadores podem contestar a possível mudança de regras, o senador sul-mato-grossense disse que cresceu o número de apoiadores de Alcolumbre. “Hoje o David tem apoio da grande maioria (dos senadores), ele ganhou com 42 votos e hoje tem no mínimo 50 a 55”, afirmou.

Trad é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado. Ele se disse preocupado com a segurança nas fronteiras brasileiras e com a fuga de presos do Paraguai e abordou questões internas do Congresso Nacional, como medidas para melhorar a popularidade dos parlamentares que está baixíssima, projetos em andamento e a disputa para a presidência do Senado.

Durante a entrevista ele também falou sobre os desafios do Brasil para ampliar as relações comerciais com outros países e da necessidade de atrair investidores externos. Adiantou sobre o calendário para as sabatinas dos indicados para as embaixadas do Brasil nos Estados Unidos e no Líbano, Nestor Forster e Hermano Telles, respectivamente. Ele revelou o foco dos questionamentos que serão feitos para garantir uma atuação pragmática dos embaixadores, para impulsionar a imagem positiva do país lá fora.

Jornal Midiamax