Política

Integrantes das comissões da ALMS serão definidos até 2º semana de fevereiro

Após sessão solene que deu início às atividades legislativas de Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (4), os integrantes das 16 Comissões que tocam os projetos da Casa de Leis ainda não foram definidos e isto deve acontecer até a segunda semana de fevereiro.  Os projetos pautados para a próxima quarta-feira (5) são do ano […]

Renata Volpe Publicado em 04/02/2020, às 12h58 - Atualizado às 15h26

Deputado Lídio Lopes é presidente regional do Patriota. (Renata Volpe, Midiamax)
Deputado Lídio Lopes é presidente regional do Patriota. (Renata Volpe, Midiamax) - Deputado Lídio Lopes é presidente regional do Patriota. (Renata Volpe, Midiamax)

Após sessão solene que deu início às atividades legislativas de Mato Grosso do Sul nesta terça-feira (4), os integrantes das 16 Comissões que tocam os projetos da Casa de Leis ainda não foram definidos e isto deve acontecer até a segunda semana de fevereiro. 

Os projetos pautados para a próxima quarta-feira (5) são do ano passado e já passaram pelas Comissões competentes. A mais importante da ALMS (Assembleia Legislativa) a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) não deve continuar com os mesmos membros e nem presidente, devido ao ano eleitoral. 

Lídio Lopes (Patri) presidiu a CCJR no ano passado e não sabe se vai continuar a frente da Comissão. “Eu acredito que antes do Carnaval tem que se formar as comissões, se não conseguir concretizar 100% essa semana, semana que vem as comissões estarão definidas e ai começa na verdade o ano legislativo da ALMS”.

Lopes fala sobre o ano eleitoral também. “Dois dos integrantes são pré-candidatos a prefeitos, o Marçal Filho e Barbosinha (ambos de Dourados). Isso quer dizer que não será a mesma formação. Acredito que poucos voltam”. 

Segundo o deputado, os integrantes mudam porque a formação é anual. “Este ano volta a composição dos blocos e ai apresentam os representantes para formar a CCJ. Amanhã deve acontecer a formação dos blocos, sendo formado os blocos, cada um vai apresentar os integrantes. Cada bloco tem direito a dois representam, o PSDB por bancada tem direito a um, formando assim os membros das comissões”.

Jornal Midiamax