Política

Em MS para ‘pauta complicada’, Leo Dias reclama de acesso ao governo

Em Mato Grosso do Sul, desde o último domingo (14), para uma “pauta complicada”, o jornalista Léo Dias voltou a se pronunciar sobre a visita ao Estado. Pelas redes sociais, o colunista social afirmou que a assessoria do governo está fugindo de respostas e ainda fez um apelo para o governador. “A assessoria do governo […]

Bruna Vasconcelos Publicado em 15/06/2020, às 17h18 - Atualizado às 23h27

Colunista Léo Dias. (Reprodução)
Colunista Léo Dias. (Reprodução) - Colunista Léo Dias. (Reprodução)

Em Mato Grosso do Sul, desde o último domingo (14), para uma “pauta complicada”, o jornalista Léo Dias voltou a se pronunciar sobre a visita ao Estado. Pelas redes sociais, o colunista social afirmou que a assessoria do governo está fugindo de respostas e ainda fez um apelo para o governador.

“A assessoria do governo do MS foge da Coluna. Estamos pedindo um posicionamento do governador até amanhã às 14h. Depois disso relataremos que ele ignorou nossas perguntas. A sociedade do MS quer a verdade, Azambuja”, escreveu o jornalista na sua conta do Twitter na tarde desta segunda-feira (15).

O jornalista Léo Dias, que até então divulgava somente fofocas sobre artistas e celebridades, anunciou que seu novo trabalho no site Metrópoles será como colunista dos bastidores de política. E, neste domingo (14), pelo Twitter, Léo Dias anunciou que está em Mato Grosso do Sul.

“Chegamos agora à sede do governo do Mato Grosso do Sul. Amanhã teremos uma pauta complicada. Adoro Casos de Família. ” publicou. Nos comentários, o colunista fez menção a respeito da “pauta” que terá em MS. “A história é complicada. Começou há mais de 13 anos. Mas chegou a hora da verdade”.

No blog, Léo Dias já fez uma publicação a respeito do presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM-AP). Ainda segundo o colunista, quando ainda era deputado federal, Alcolumbre caiu em uma gravação comprometedora por conta de um amigo desembargador eleitoral do Amapá. O magistrado tinha uma amante e quem fazia, gentilmente, o favor de depositar uma quantia mensal a ela era o então deputado.

Jornal Midiamax